A vida adulta

POR Psicóloga Anny Caetano 08/08/2017

A passagem da infância para a adolescência pode ser um pouco conturbada, pois ao mesmo tempo em que crescemos e precisamos abandonar algumas...

Na infância fomos acostumados a receber mimos, paparicos, elogios constantes e tudo o que
fazíamos, devido a nosso desenvolvimento, se tornava “fofo”. Crescemos e então começamos
a aprender que nem tudo é “bonitinho”, passamos até a sentir vergonha de algumas atitudes
passadas. Começamos a observar o mundo externo e a aprender que as coisas não são fáceis e
as regalias acabaram.
A passagem da infância para a adolescência pode ser um pouco conturbada, pois ao mesmo
tempo em que crescemos e precisamos abandonar algumas atitudes “infantis”, não é dada a
nós responsabilidade suficiente para fazermos o que quisermos, e então sonhamos durante
todo este período em nos tornar adultos, completar 18 anos e enfim conseguirmos passar para
a próxima fase. Podemos comparar a nossa vida a um jogo, cheia de fases e muitos desafios.
Cada fase nos traz muito aprendizado e a medida em que avançamos elas aumentam seu grau
de dificuldade.
Como é vista tradicionalmente, a transição para a vida adulta caracteriza-se por uma série de
mudanças e eventos particulares que inclui completar a formação escolar, entrar no mercado
de trabalho, casar e se tornar pai ou mãe. No entanto, deve-se destacar que essas mudanças
que marcam a entrada na vida adulta estão hoje cada vez mais descoladas umas das outras,
havendo várias estratégias de passagem para a vida adulta, sejam elas escolhidas
conscientemente ou não.
O fato é que o sonho de entrar para a vida adulta pode ser frustrado quando não tivemos uma
boa base de formação, pois a ilusão que criamos durante a adolescência pode se difundir a
uma experiência traumática. Para aqueles que almejam ou estão entrando nessa fase é
importante saber que para conquistar qualquer coisa na vida é preciso dedicação e muita
paciência. Paciência porque as coisas não costumam acontecer instantaneamente, isso pode te
exigir tempo e saber esperar o tempo certo é uma virtude.
A vida adulta traz consigo muita responsabilidade e muitas vezes o medo, pois agora que
cresceu, a sociedade espera que você se torne independente, consiga um trabalho, saia da
casa dos pais, encontre um parceiro e se possível dê seguimento ao ciclo da vida, filhos. O que
quero colocar é que ser adulto não é simplesmente completar 18 anos, a vida adulta muito
além da idade, ela tem a ver com maturidade, pois podemos reparar muitas pessoas que hoje
estão prorrogando a adolescência, e muitos adolescentes precisando amadurecer muito
rápido, trazendo consigo as responsabilidades da vida adulta precocemente.
Se a adolescência é onde buscamos uma identidade, a vida adulta é o encontro ou
confirmação dela. Tenha sempre em mente que suas atitudes podem definir sua altitude.
Aonde você quer chegar? O que pretende fazer agora que se tornou adulto? Se questione e
trace objetivos, e se algo não acontecer como planejado, calma, o tempo pode ser seu maior
aliado.